CategoriaConfluência

Por um masculino não envergonhado

P

Uma nova identidade masculina Ainda que os homens se reconheçam como históricos opressores das mulheres, isso não significa que para que as mulheres possam ter um papel igualitário* na sociedade (um papel que não seja o de mera vítima do masculino) os homens precisam andar de cabeça baixa, olhando para o chão, envergonhados. Um masculino envergonhado não ajuda o feminino, por mais difícil que...

O efêmero e o encontro

O

Nós temos um medo do efêmero, do passageiro, daquilo que chega e logo parte, que nos faz buscar com frequência o estável, o duradouro, o permanente. Especialmente nas relações pessoais. E é curioso que às vezes aquilo que a gente mais conhece e estima a respeito das relações entre seres humanos pode se definir em questão de minutos: em 30 ou 50 minutos, em 2 horas, quem sabe? Certos encontros nos...

Pós-nacionalismo

P

Quando estamos longe dos conflitos étnicos ou nacionais é fácil falar em pós-nacionalismo, porque não há nada que faça nosso sangue ferver, e falamos situados na paz. Mas eu quero falar de ideias — não de soluções, não de deveres e princípios, nem de nada concreto —, eu quero falar de uma ideia não como um instrumento, mas como algo abstrato e muito vago. Ainda que as ideias assim abstratas não...

Egocentrismo natural e básico

E

O aspecto central do texto mais famoso de David Foster Wallace é o que ele chama de “egocentrismo natural e básico” ou “egocentrismo profundo e literal” ou simplesmente “configuração padrão”: a tendência a pensar a si mesmo como o centro do universo. E em certa medida o texto é uma reflexão e um convite a que a gente combata a nossa “configuração...

Revolução, radicalidade e instabilidade

R

A única maneira de dispensar e de prescindir da energia das revoluções, do que elas têm de incontrolável e violento, sem abrir mão do que elas têm de rapidamente transformativo é admitindo uma dimensão de radicalidade em si mesmo, é entendendo o papel da destruição e da instabilidade — dentro e fora de si mesmo. Nietzsche sobre as revoluções: Uma ilusão na doutrina da subversão. — Há visionários...

Inteiro ou metade

I

Half or double: formas não individuais de unidade/identidade Cena da fabulosa série Dead Ringers (Amazon Prime) Quando a gente precisa de outra pessoa para se sentir inteiro, completo, pleno, alguém poderia dizer que por isso, sozinhos, nós somos incompletos, apenas metade, e que algo nos falta para a unidade — para sermos um. Será que alguém, algum dia, já chegou a ser um? A ser um consigo mesmo...

Estar à vontade

E

Semana passada eu saí com o pessoal do meu novo trabalho, a empresa montou o que se conhece como um Team building. Na atividade espontânea do final de um dos dias, tomamos muitas cervejas num bar e fomos até um karaokê continuar enchendo a cara. Depois de muitas doses de licor, gin tonic e toda a sorte de bebida o ambiente e as pessoas eram outras. É uma platitude surpreendente constatar o quanto...

Há textos que mudam a gente

H

Helly na “Break Room”, série: Severance (Apple TV) Há textos que mudam a vida da gente, ninguém é o mesmo depois de ter lido Dostoiévski, por exemplo. Dostoiévski apresenta situações que ou 1) você não conhece, às vezes nem sequer imagina, e aquilo te choca, ou 2) você as conhece e aquilo te redime. E eu gostaria de forçar as pessoas a lerem certos textos. Especialmente ensaios e...

Fraternidade de Caim

F

Ainda nos resta muito tempo antes que possamos dizer que vencemos o fascismo e tudo que ele representa. Vencer o fascismo significa superar as condições que o fazem medrar, que o alimentam e o fazem crescer dentro do corpo social. E uma das razões por que é tão difícil extirpar o fascismo se mostra na ética bolsonarista. Os bolsonaristas, como exemplares de um gênero do fascismo, empunham com o...

Começo, meio e fim

C

Quando a gente aprende a escrever, e especialmente quando nos ensinam redação, as pessoas enfatizam a necessidade de escrever textos com “começo, meio e fim”. Essa é uma maneira de falar sobre a necessidade de articulação entre os elementos do texto, sobre a necessidade de coerência, unidade, ordem, todas essas coisas. É preciso que o texto esteja conectado de tal sorte que ele...

outras redes

Perfis em outras redes

Preferidos

A categoria Preferidos é especial, porque reúne os textos que eu mais gosto. É uma boa amostra! As outras categorias são mais especializadas e diversas.

Categorias

Arquivos